domingo, 18 de junho de 2006

Saramago

José Saramago, que participou na homenagem a Vasco Gonçalves, no primeiro aniversário da morte deste, disse não ter restado rigorosamente nada do 25 de Abril.
Lamento ter de discordar. Talvez sejam os últimos, mas ainda há cravos num jardim da minha aldeia.
Carlos Chaves