sábado, 29 de julho de 2006

O Duelo

A ideia surgiu-me enquanto lia o Expresso. A solução do conflito do Médio Oriente passa por Portugal. A comunidade internacional, cansada dos habituais interlocutores, concordará em buscar na opinião letrada portuguesa novos representantes das partes em conflito. Confrontados com tão feliz oportunidade, judeus e árabes aceitam, por certo, que dois cronistas conhecedores do conflito (e de tendências opostas, bem marcadas semanalmente nas páginas do jornal de Paço de Arcos) decidam sobre a forma de acabar com tão teimosa guerra. A esperança, a tão desejada paz, estará agora à distância de um tet-a-tet. E no dia, no local e à hora marcada, lá estarão… Daniel Oliveira e João Pereira Coutinho. Com uma fisga e uma Magnum 45, respectivamente.
Carlos Chaves