sábado, 18 de agosto de 2007

Dilemas, trilemas...

Pergunta Pinto da Costa* – e passo a citar –, “como é que se pode considerar idónea uma pessoa que aos 16 anos foi internada numa casa, não direi de correcção, mas não era para meninas bem comportadas, e que foge de lá, e que aos 18 ou 19 anos, sem casamento, tem dois filhos, e que tem o passado que tem...”
.
Pergunto eu: mas não foi precisamente com este currículo que Carolina Salgado se apresentou a Pinto da Costa, tornando-se sua companheira?
Vá-se lá saber porquê, esse “pequeno” pormenor da idoneidade (ou da falta dela) não foi problema durante os anos em que foram companheiros “inseparáveis”.
.
Outra pergunta: pode-se considerar idónea uma pessoa que tem como companheira uma pessoa que não é idónea?
.
* Em entrevista à Sic Notícias