sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Homenagem a César Monteiro e ao cinema mudo

Sempre achei que as personagens protagonizadas por João César Monteiro têm um pouco de Charlot, ainda que mais sofisticadas. A solidão, a sua peculiar relação com as pessoas, a sua excentricidade, são comportamentos de algum modo semelhantes. Tanto João César Monteiro como Charlie Chaplin foram geniais, revolucionários e polémicos cineastas. Recordo-me, por exemplo, do polémico filme de Monteiro, "Branca de Neve". Um "escandaloso" filme sem imagem que deu que falar. E foi por causa desta película que resolvi eu próprio realizar uma pequena metragem homenageando, não só João César Monteiro, como Charlie Chaplin e o cinema mudo. Espero que gostem.

Filme.wmv