sábado, 23 de maio de 2009

A mim ninguém me compreende...

No fundo os adeptos do tunning são como as meninas que não estão felizes com o seu corpo e, por isso, recorrem às plásticas. Aumentar o seios, reduzir a anca, afiar o nariz...

É um direito que lhes assiste. Dizem eles. De maneiras que até já se sentem injustiçados. Acham que ninguém os compreende.

De facto, é difícil entendê-los. Para que é que compram um carro se sabem que não os vai fazer felizes? Ou porque um avental é que lhe assentava bem, ou porque a gente gosta é deles com as jantes largas, ou porque um aileron naquele traseiro ficava-lhe mesmo a matar, e com mais uns cavalitos é que era…